terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

Policiais do 4º BPM realizam três prisões e apreendem armas de fogo


Ao mesmo tempo em que realizam as ações nas cidades que promovem os festejos carnavalescos, os militares do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) estão realizando o policiamento ordinário e, somente entre a noite dessa segunda (24) e a madrugada desta terça-feira (25), efetuaram três prisões e apreenderam duas armas de fogo. Uma delas foi apreendida no Sítio Pirpiri, em Guarabira, pela guarnição comandada pelo Major Silva Ferreira, que foi informada que no local havia um homem encapuzado e realizando disparos de arma de fogo em via pública. Ao chegarem, os policiais foram recebidos a tiros, mas como o suspeito não teve tempo de recarregar a arma, uma espingarda calibre 20, fugiu adentrando em um matagal. Ele ainda foi perseguido, mas não foi encontrado, porém, abandonou a arma, que foi apreendida pelos militares. 

A outra arma foi apreendida no Sítio Lagoa de Serra, zona rural do município de Alagoa Grande, quando a guarnição de Rádio Patrulha comandada pela tenente Ana, se deslocava para o Distrito de Canafístula e avistou o suspeito às margens da PB 079,próximo ao Sítio Lagoa de Serra. Quando os policiais realizaram a abordagem, encontraram com ele a espingarda do tipo soca-soca com espoletas, pólvora e chumbinho, além de uma faca peixeira.
OUTRAS PRISÕES - No Bairro do Cruzeiro, em Cuitegi, a guarnição comandada pelo cabo Leandro foi informada que em um bar alguns homens estariam em vias de fato. Os policiais se dirigiram até o local, porém, a discussão já havia terminado. Mas, através de pessoas que estavam no local, os envolvidos foram identificados e a vítima informou que três indivíduos jogarampedras nele após o termino do evento. Como ele foi tomar satisfações, um deles o derrubou e desferiu socos e pontapés. 

Em Guarabira, o Copom acionou a guarnição de Rádio Patrulha comandada pelo cabo Farias para atender a uma ocorrência de embriaguez e perturbação do sossego. No local, os policiais constataram a veracidade da denúncia e a esposa do suspeito relatou que ele estava embriagado. Além de incomodar toda a vizinhança batendo na porta de sua casa e dos vizinhos, ele também estaria perturbando o sossego alheio, assim como o dela. 

Todos os presos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil.


Assessoria 4° BPM

Postar um comentário

Blog do Almir Santos

...
A notícia que você Precisa Saber!

Whatsapp Button works on Mobile Device only