Header Ads

PT da Paraíba emite nota de repúdio a delegado que chamou mulheres petistas de "raparigas"

Em uma rede social, o funcionário da segurança pública tentava desqualificar as filiadas ao Partido dos Trabalhadores

O presidente estadual do PT, Jackson Macedo, assina a nota que expressa o repúdio do partido às declarações do delegado (Foto: Reprodução/Facebook)

O Partido dos Trabalhadores (PT) da Paraíba emitiu, nesta quarta-feira (3), uma nota de repúdio à publicação de um delegado da Polícia Civil no Facebook em que ele usa palavras chulas para descrever mulheres petistas.

A postagem havia sido publicada no dia 15 de fevereiro, mas foi apagada logo após o pronunciamento dos vereadores na Câmara Municipal de João Pessoa. De acordo com apuração feita pelo ClickPB, Francisco Azevedo integra os quadros do Democratas. Ele já foi filiado ao PT e chegou a ser candidato a deputado federal pela legenda no ano de 2002.

Confira a nota abaixo, na íntegra:

Nós Mulheres e Homens Petistas da PB, indignadas/os pela forma como fomos atacadas/os em nossa dignidade e moral, repudiamos as postagens realizadas no facebook e a conduta do delegado de Polícia Civil, Francisco Azevedo, que de forma grosseira tenta desqualificar, desvalorizar e humilhar as Mulheres Petistas com palavras de baixo calão, assim como acusando homens e mulheres petistas com o intuito de atacar a honra e a moral.

São posturas como essas que naturalizam o ataque gratuito, o desrespeito e o ódio contra seres humanos, contra quem pensa contraditoriamente a outra pessoa. Essas são atitudes que jamais deveríamos assistir, seja em redes sociais, seja no dia-a-dia de um advogado e, principalmente, de um servidor público, um Delegado de Polícia.

Repudiamos e pedimos ao Governo do Estado total apuração e providências para o afastamento imediato de suas funções, por falta de ética e decoro.

Desta forma, a Direção Estadual do PT, assim como a Secretaria Estadual de Mulheres do PT entrará com uma denuncia coletiva junto ao Ministério Público, à Corregedoria da Polícia Civil e também uma Ação Judicial para as medidas cabíveis.

João Pessoa, 3 de abril de 2019

Zezé Béchade
Secretária Estadual de Mulheres do PT/PB

Jackson Macedo
Presidente Estadual do PT/PB

Fonte: clickpb

Publicidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.