Header Ads

Polícia Civil abre inquérito para apurar morte de criança atropelada por ônibus escolar

De acordo com testemunhas, a criança teria descido do ônibus e foi entregue à mãe, mas teria soltado da mão dela para atravessar a rua e foi atingido pelo veículo.

O menino chegou a ser socorrido para a Santa Casa da cidade, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos (Foto: Arquivo pessoal)

A Polícia Civil abriu inquérito policial para investigar a morte do menino de 5 anos João Alberto Carvalho de Oliveira, que morreu atropelado por um ônibus escolar no bairro Primavera, em Maracaí (SP). O veículo pertence à prefeitura.

De acordo com testemunhas, a criança teria descido do ônibus e foi entregue à mãe, mas teria soltado da mão dela para atravessar a rua e foi atingido pelo veículo. O menino chegou a ser socorrido para a Santa Casa da cidade, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.

Segundo o delegado Gustavo Barbosa de Siqueira foi constatado de que o motorista que dirigia o ônibus escolar ingeriu álcool. O resultado do etilômetro constatou 0,16 miligramas de álcool no organismo.

Como o índice ficou abaixo de 0,33 miligramas de álcool, o motorista não irá responder criminalmente, como prevê a lei, mas será punido administrativamente por dirigir após ingerir bebida alcoólica.

Ainda segundo o delegado, o motorista irá responder por homicídio culposo na direção de veículo automotor. O laudo da perícia técnica deve sair nos próximos dias.

Em nota, a Prefeitura de Maracaí disse que sobre o motorista ter ingerido álcool, a situação será apurada administrativamente, e a prefeitura irá tomar todas as medidas necessárias após a conclusão desta apuração.

Luto nas escolas

O dia foi de luto em Maracaí, interior de São Paulo. As sete escolas da rede municipal de ensino de Maracaí (SP) suspenderam as aulas nesta quinta-feira (25) em homenagem ao estudante João Alberto Carvalho de Oliveira, de 5 anos, vítima de atropelamento. Mais de 1.300 alunos não tiveram aula. Nesta sexta-feira, as aulas voltam ao normal.

João estudava na Escola Municipal de Educação Infantil Monsenhor Marcílio Genoni. Em nota, a Prefeitura de Maracaí informou que lamenta profundamente a fatalidade ocorrida, se solidariza ao luto da família e aguarda a apuração total dos fatos.

Fonte: clickpb

Publicidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.