Header Ads

Porto de Cabedelo deve receber 13 mil turistas até 2019


Temporada de atracamentos de navios cruzeiros no terminal paraibano já tem data definida para acontecer: no dia 8 de fevereiro, acontece o primeiro, de um total de 26 atracamentos

Porto de Cabedelo (Foto: Divulgação)

A presidente da Companhia Docas da Paraíba (Docas-PB), Gilmara Temóteo, confirmou que o Porto de Cabedelo deve receber 13 mil turistas por meio de cruzeiros marítimos no ano de 2019. A temporada de atracamentos de navios cruzeiros no terminal paraibano já tem data definida para acontecer: no dia 8 de fevereiro, acontece o primeiro, de um total de 26 atracamentos, que devem ocorrer até o mês de agosto.

De acordo com Gilmara Temóteo, o operador de cruzeiros marítimos, Milton Sanches, fechou um contrato com a fabricante do navio de bandeira grega, MS Arrecifes, para operar a embarcação no Brasil pelos próximos sete anos. Milton procurou a Companhia Docas da Paraíba e a Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), para que o destino Cabedelo fosse um dos pontos de partida dos cruzeiros, que devem seguir até Fernando de Noronha (PE).

A presidente da Docas-PB ressaltou ainda a importância dessa ação para o desenvolvimento do Estado e da cidade de Cabedelo, já que a estimativa é que cerca de 13 mil cruzeiristas desembarquem em Cabedelo, excluindo desse total a tripulação das embarcações.Os cruzeiros marítimos farão escalas nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Alagoas.

Outras ações

Gilmara lembrou também que o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), junto ao Ministério dos Transportes e agências reguladoras parceiras, lança nesta sexta-feira (30), em cerimônia no Palácio do Planalto, os editais da Ferrovia Norte-Sul, dos 12 Aeroportos da 5ª Rodada e de quatro terminais portuários (AI-01, AE-10 e AE-11 do Porto de Cabedelo e o de Vitória, Vix 30).

Apenas dois portos em todo Brasil estão nesse lote, sendo o Porto de Cabedelo e o de Vitória. O Porto paraibano está inserido nesse lote graças ao trabalho da Docas-PB, que custeou os estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental necessários para a realização dos leilões e os doou ao Governo Federal, com o intuito de agilizar o processo.

Os leilões de arrendamento de três terminais de derivados de petróleo e biocombustíveis localizados no interior da poligonal do Porto de Cabedelo foram autorizados pelo Conselho do Programa de Parcerias e Investimento (PPI) do Governo Federal, pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e devem gerar um investimento total de aproximadamente R$ 120 milhões, sendo R$ 100 milhões na modernização e expansão dos terminais e R$ 20 milhões na infraestrutura primária do Porto paraibano.

portalcorreio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.